Seguro elogia investimento em Neves-Corvo

Seguro elogia

O secretário-geral do PS considera que é preciso que Portugal continue a apoiar e a acarinhar investimento estrangeiro como o da Lundin Mining na mina de Neves-Corvo.
“As minas de Neves-Corvo, fruto de investimento estrangeiro, representam mais de 2.000 trabalhadores em termos de postos de trabalho directos e um investimento previsto para os próximos cinco anos entre 300 a 700 milhões de euros. É este investimento que nós precisamos de acarinhar, porque é estruturante para esta região e dá um contributo enorme à economia do nosso país”, disse António José Seguro depois de visitar o complexo mineiro da Somincor, no concelho de Castro Verde.
O líder dos socialistas aproveitou a ocasião para vincar a necessidade de “uma política pública e um Estado que apoie e acarinhe” o investimento estrangeiro em Portugal, considerando que este “é fundamental” para dinamizar a economia do país “e criar postos de trabalho”.
Nesse sentido, Segurou defendeu, por um lado, a existência de “um quadro estável do ponto de vista fiscal, para que os investidores saibam com o que contam”.
“E em segundo lugar é necessário que o Estado não atrapalhe, isto é, que possa ter na administração pública pessoas que resolvam os problemas deste investimento, bem como do investimento português. Falo da necessidade de ser criada a figura do gestor dedicado, para que em determinados níveis de investimento possa haver uma pessoa responsável no Estado que resolva todos os problemas nos diferentes departamentos do Estado”, acrescentou.
A visita do secretário-geral do PS a Neves-Corvo decorreu no âmbito da iniciativa “As Pessoas Estão Primeiro”, que tem feito Seguro percorrer todo o país no sentido de “ouvir as preocupações e os problemas das pessoas, da empresas e entidades”.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima