“Regadio é alternativa à mina”, diz presidente da AB Roxo

“Regadio é alternativa à mina”

O presidente da Associação de Beneficiários do Roxo (ABR) considera que ao longo de 50 anos o aproveitamento hidro-agrícola demonstrou ser um “modelo de gestão de rega que funcionou”.
“Este modelo das associações de regantes tem funcionado bem e esta é a principal marca. Tem servido os interesses do país, tem sabido gerir a água sem precisar de ajudas estatais e os agricultores têm sido sempre bem servidos”, disse António Parreira ao “CA”, em entrevista publicada no passado dia 14 de Setembro.
Na ocasião, o responsável pela ABR vincou ainda que a agricultura de regadio tem “um potencial muito grande” no concelho de Aljustrel.
“Vai ser uma alternativa muito grande àquilo que Aljustrel tem sempre tido, que são as minas. Estou plenamente convencido que a agricultura irá fazer com que este seja um concelho com falta de mão-de-obra, onde não há desemprego e com um grande avanço tecnológico”, acrescentou Parreira.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima