“Raiva” ante-estreia na cidade de Beja

“Raiva” ante-estreia

O filme “Raiva”, de Sérgio Tréfaut e baseado no livro Seara de Vento, de Manuel da Fonseca, ante-estreia nesta terça-feira, 2 de Outubro, no Teatro Municipal Pax Julia, em Beja.
O filme retrata um episódio passado nos Anos 30 na zona de Albernoa, no concelho de Beja, quando um camponês armado invadiu a casa de um grande proprietário alentejano e disparou sobre dois homens, matando-os imediatamente. De seguida, o homicida fugiu e trancou-se no casebre isolado onde vivia com a família, acabando por ser morto pelo exécito depois de um intenso tiroteio.
Vinte anos depois, o escritor e jornalista Manuel da Fonseca investigou o episódio e nasceu o romance Seara de Vento, em que “o monstro criado pela imprensa durante a tragédia de Beja transforma-se um herói solitário, vítima do abuso de poder e símbolo de resistência”.
De acordo com o realizador do filme, “Raiva” é a versão cinematográfica deste livro e “nada tem de romântico, nem de naturalista”.
“É seca, sem qualquer tentativa de comiseração, sem qualquer apelo ao sentimentalismo ou ao idealismo. Não se oferecem promessas políticas de um futuro melhor, mesmo que alguns justamente se unam e tentem lutar de forma clandestina”, diz Tréfaut.
O realizador diz ainda que em “Raiva” a injustiça é “retratada como um ciclo que se repete, e se repetirá sempre sob novas formas, mesmo que passemos toda a vida a lutar contra ela”. “Escolhi adaptar um clássico do neo-realismo português, talvez o livro mais emblemático sobre o Alentejo e sobre a sua realidade ancestral, como um desafio. O filme, tal como o livro, fala do abismo entre pobres e ricos”, conclui.
A sessão de ante-estreia de “Raiva” está agendada para as 21h30 e a entrada é gratuita, mediante levantamento prévio de bilhete.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima