PSD Beja defende rentabilização do aeroporto

PSD Beja defende

A Concelhia de Beja do PSD defende a rentabilização do aeroporto local através do empreendimento de Alqueva, da estrutura portuária de Sines, das operações da Embraer em Évora, da captação da indústria aeronáutica e do desenvolvimento do turismo.
A posição dos sociais-democratas de Beja surge em comunicado enviado ao “CA”, onde lembram que o aeroporto de Beja “encontra-se certificado pelo Instituto Nacional de Aviação Civil e é um dos quatro aeroportos portugueses que podem receber voos internacionais, ao contrário do Montijo, permitindo operações de passageiros, carga e parqueamento”.
Nesse sentido, o PSD de Beja afirma que, “com vontade política de aposta nesta infra-estrutura aeroportuária”, é possível criar em Beja “uma zona franca, com características fiscais especiais, onde se pratiquem taxas alfandegárias reduzidas (para compensar algumas companhias que se queixam das taxas elevadas noutros aeroportos)”.
Os sociais-democratas consideram ainda que a estratégia de desenvolvimento de Beja “não passa, certamente, pela praia fluvial dos Cinco Reis”, mas sim “na acção política local que contribua para a utilização regular do aeroporto como pólo de desenvolvimento da região, de valorização do interior e de coesão territorial, no combate à desertificação e ao isolamento existentes”.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima