PS quer requalificação urgente da rede de águas em Castro Verde

PS quer requalificação urgente

Os vereadores do PS em Castro Verde defendem a “urgente requalificação” da rede de distribuição de água na vila, criticando que a obra não seja uma prioridade em 2014.
A posição dos eleitos socialistas foi assumida na passada quarta-feira, 4, durante a discussão do Orçamento e Grandes Opções do Plano (GOP) do Município para 2014, avaliado em 12,5 milhões de euros e aprovado pela maioria CDU.
De acordo com o vereador António José Brito, “apesar do estado de degradação da rede de água, constatado quase diariamente por toda a população e pelas empresas, a Câmara Municipal prevê para os projectos e obras necessárias um escasso investimento de 100.000 euros no próximo ano”.
“Para os eleitos do PS, a gravidade deste problema tão evidente justificava maior urgência na intervenção. Ou seja, o investimento deveria avançar em função do interesses público e, portanto, tão depressa quanto possível”, sublinha o eleito do PS.
Durante a discussão do Orçamento e GOP da Câmara de Castro Verde para o próximo ano, os socialistas defenderam igualmente a necessidade “de redefinição e fortalecimento da estratégia do Município em termos da acção social”, incentivando a maioria da CDU “a cumprir a promessa de ‘reforço e operacionalização’ do Gabinete de Acção Social da autarquia, tal como se comprometeu publicamente, por se tratar de uma necessidade inadiável”.
Se “no plano das infra-estruturas, o caminho que era necessário fazer está quase consumado no concelho de Castro Verde, o PS entende que é necessário consolidar o trabalho em Rede e assumir políticas municipais mais consistentes junto das famílias de baixos recursos, idosos, desempregados e pessoas com dificuldades resultantes do actual estado de degradação social e económica do país”, conclui António José Brito.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima