PS preocupado com finanças da Câmara de Castro Verde

PS preocupado com finanças

Os vereadores do PS na Câmara de Castro Verde acusam a maioria CDU de “péssima administração”, uma vez que a autarquia vai ficar próxima de esgotar a sua capacidade de endividamento.
Em causa estão os dois pedidos de empréstimo bancário aprovados em reunião de Câmara na passada quarta-feira, 16, no valor total 1,6 milhões de euros: um ainda em 2015 de 900 mil euros e outro em 2016 de 700 mil euros.
“Esta decisão vem comprovar a crescente e muito preocupante degradação do quadro financeiro da Câmara que, caso a Assembleia Municipal aprove estes empréstimos, passará a ter uma dívida bancária na ordem dos 4,8 milhões de euros, ou seja, muito próximo de esgotar a sua capacidade de endividamento”, acusa o vereador socialista António José Brito.
O eleito do PS considera que a situação “é tanto mais grave” devido ao facto de nos últimos 10 anos a Câmara de Castro Verde ter recebido, “só em Derrama, graças à Somincor, quase 25 milhões de euros”.
De acordo com os socialistas, a Câmara de Castro Verde irá contratar os dois empréstimos para avançar com as obras na rede de águas da vila e em algumas estradas, entre as quais a que liga Castro Verde a Santa Bárbara de Padrões e à mina de Neves-Corvo.
“Sucede que, já em 2010 (há cinco anos!) este mesmo executivo da CDU inscreveu estas obras nas Opções do Plano e previa terminá-las até 2013. Contudo, cinco anos depois, como agora se comprova, as obras não estão feitas e é preciso recorrer a dinheiro emprestado para tentar fazê-las”, acusa António José Brito, vincando contudo que os socialistas “não estão contra a necessidade de resolver estes problemas”.
“Muito pelo contrário! Mas achamos que deviam estar resolvidos há muitos anos, tal como a CDU se comprometeu na Câmara e prometeu nas campanhas eleitorais”, justifica.
António José Brito adianta ainda que os vereadores do PS optaram por se abster na votação para a proposta dos empréstimos por defenderem “o interesse das populações”.
“Porém, não podemos deixar de denunciar com toda a firmeza a péssima administração da CDU na Câmara de Castro Verde. Uma gestão que está a comprometer o futuro da autarquia e que comprova muito bem o despesismo e as opções erradas que têm vindo a ser feitas”, conclui.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima