PS exige à CP e Refer melhorias na ligação Beja-Casa Branca

PS exige à CP e Refer melhorias

O PS de Beja exige melhorias na linha ferroviária entre a cidade e a localidade de Casa Branca, que liga a capital do Baixo Alentejo a Évora e, sobretudo, a Lisboa.
As reivindicações dos socialistas foram apresentadas este sábado, 15, em duas cartas que uma delegação da Concelhia de Beja, liderada pelo presidente Paulo Arsénio, entregou nas sedes nacionais da CP e da Refer.
No caso da CP, o PS pede que a empresa mantenha as composições de ligação (automotoras) e os comboios Intercidades de e para Évora mesmo sem a linha electrificada, assim como uma melhoria substancial da qualidade do material circulante entre Beja e Casa Branca.
“Actualmente as composições têm avarias frequentes, que motivam atrasos de algum significado, não têm ar condicionado ou, tendo, o mesmo estará frequentemente avariado, notando-se a sua total ausência sobretudo nos tórridos períodos de Verão”, sublinham os socialistas.
A adequação do horário das bilheteiras nas estações servidas pela automotora Beja-Casa Branca e o reforço, por parte do marketing da CP, da venda do destino Beja são as outras exigências do PS à empresa que gere os comboios portugueses.
Relativamente à Refer, a missiva dos socialistas pede que a empresa insista “na electrificação do troço de 64 quilómetros de via entre Casa Branca e Beja, dotando assim a capital do Baixo Alentejo de condições iguais a outras capitais de distrito”.
Para a estação de Casa Branca, o PS quer que a Refer avance para a colocação/ construção de abrigos/ resguardos na plataforma, ao passo que no caso da estação de Vila Nova da Baronia e seguintes até Beja espera que sejam dotadas “de melhor iluminação e sinalização, de modo a que, em períodos nocturnos, seja sempre perfeitamente visível da composição”.
“O PS aguarda, a partir de agora, resposta das empresas em questão, na expectativa que, num curto espaço de tempo, os utentes da Linha do Alentejo possam retirar algum benéfico das diligências que concretizámos”, adianta ao “CA” o presidente da concelhia do PS, Paulo Arsénio.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima