PS e PSD travam pedido de empréstimo da CM Moura

PS e PSD travam pedido de

A Assembleia Municipal de Moura chumbou o empréstimo, no valor de um milhão e 185 mil euros, que a Câmara Municipal pretendia contratar para financiar projectos e obras.
O pedido de empréstimo da autarquia foi travado pelos eleitos do PS e PSD, que votaram contra a proposta que mereceu apenas os votos favoráveis da CDU.
Perante esta situação, a Concelhia de Moura do PCP acusa socialistas e sociais-democratas de fazerem uma política de “terra queimada” e reafirma a vontade de a CDU “continuar a trabalhar afincadamente pelo desenvolvimento do concelho e pelo bem-estar crescente das populações”, apesar “das dificuldades acrescidas artificialmente criadas pelo PS e PSD na Assembleia Municipal”.
Em comunicado, o PCP de Moura lembra que só os municípios “que têm uma situação financeira sustentável, como é o caso de Moura, podem por lei aceder a empréstimos bancários”, adiantando que o chumbo do empréstimo impede apoios à compra de equipamento para os Bombeiros (100 mil euros), à habitação social, incluindo a requalificação do Bairro do Carmo (200 mil euros), a reabilitação das igrejas de Safara e da Estrela (235 mil euros), a renovação do parque de máquinas do Município (200 mil euros) e o arranjo de vias de comunicação (450 mil euros).

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima