PS do Baixo Alentejo contesta nomeações para a CCDR do Alentejo e EDIA

PS do Baixo Alentejo contesta nomeações para a CCDR do Alentejo e EDIA

A Federação do Baixo Alentejo (FBA) do PS ficou perplexa e indignada com o facto da nova equipa dirigente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional (CCDR) do Alentejo, liderada pelo social-democrata António Dieb, não integrar qualquer elemento com ligação ao Baixo Alentejo, ao contrário do que aconteceu durante os governos socialistas.
“Ao não integrar qualquer participação do Baixo Alentejo na equipa dirigente da CCDR do Alentejo, o Governo PSD-CDS apenas dá continuidade à desconsideração e ao desprezo pelos direitos e interesses de Beja e do Baixo Alentejo que vem mostrando, no seguimento do abandono do Alqueva, do aeroporto de Beja e da auto-estrada […]. Politicamente trata-se de um sinal da maior gravidade”, frisa em comunicado enviado ao “CA” a Comissão Permanente do Secretariado da FBA do PS, que reuniu esta segunda-feira, 27, à noite em Beja.
No mesmo documento, os socialistas de Beja criticam igualmente a nomeação de João Basto para a presidência da EDIA – Empresa de Desenvolvimento e Infra-estruturas do Alqueva, considerando que este não possui no currículo “qualquer ligação ao projecto, qualquer conhecimento da empresa ou da obra, nem nenhuma ligação à região”.
“A nova administração da EDIA poderá não ser mais do que uma comissão liquidatária da mesma”, afiança o comunicado do PS, que se insurge “contra o tratamento político que o Governo PSD-CDS tem dispensado ao Alqueva” e reafirma que a conclusão do projecto “deve constituir uma prioridade absoluta para a região e para o país, dada a sua capacidade de mudança económica e social e o seu interesse estratégico”.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima