PS Beja estranha problemas na EMAS

PS Beja estranha

Os eleitos do PS na Câmara Municipal de Beja vão questionar o executivo sobre os problemas registados nas últimas semanas com a facturação enviada aos clientes da EMAS.
Segundo os socialistas, desde Novembro que está instalada uma situação “quase caótica” relativamente à faturação dos serviços prestados pela Empresa Municipal de Água e Saneamento de Beja, que em muitos casos terá emitido “duas facturas consecutivas de pagamento para o mesmo mês”, além dos clientes com débito directo não terem visto a sua factura de Novembro regularizada.
Além do mais, acrescenta o PS, não houve leituras de consumo “entre os meses de Outubro de 2015 e Janeiro de 2016”, o que fez com que todos os gastos viessem reflectidos na segunda factura emitida em Fevereiro e aos quais acresce, em muitos casos, o pagamento de Novembro.
“Na prática está a pedir-se em muitos casos aos clientes que em Fevereiro paguem de uma só vez, o consumo dos últimos três meses”, afirma o PS, considerando a situação “inaceitável” e criticando o “habitual escurecedor silêncio” da EMAS sobre a mesma.
Entretanto, o administrador da EMAS, Alexandre Leal, já veio a público justificar o sucedido com a mudança do sistema de facturação da empresa, rejeitando, contudo, a ideia de "colapso" do mesmo.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima