Provedor da SCM Mértola elogia serviço de enfermagem

Provedor da SCM Mértola

O provedor da Misericórdia de Mértola, José Alberto Rosa, não tem dúvidas: os cuidados de enfermagem associados ao Serviço de Apoio Domiciliário (SAD) da instituição são uma mais-valia para todos.

Qual a principal mais-valia do serviço de enfermagem associado ao SAD?
É um serviço que pelas características que a população tem é de facto importante e fundamental. Sobretudo por ter uma parte educativa, orientadora na medicação, no acompanhamento de certas situações crónicas, pois muitas vezes as pessoas não medem a tensão, não controlam a diabetes, não têm cuidados com a alimentação… Tudo isso é um trabalho de educação para a saúde que é feito e que de facto vem dar uma resposta positiva e um complemento ao nosso SAD.

É com projectos destes que se combate a interioridade?
Claro que sim! E se tivermos em consideração a forma como os serviços de saúde estão organizados no concelho – que tirando a extensão da Mina de São Domingos, estão todos concentrados no Centro de Saúde –, mais necessário e mais importante se torna este tipo de serviço.

Prestam este serviço sem que a Segurança Social vos pague mais por isso. Mesmo assim, é uma resposta para continuar?
Claro que sim! Foi uma ideia que surgiu por acharmos que era importante e um complemento ao serviço que prestamos no apoio domiciliário. E mesmo sabendo que a Segurança Social não o comparticipa, isso para nós é secundário. Interessa-nos fundamentalmente que os utentes tenham um bom serviço e que o nosso serviço responda às necessidades das pessoas. É isso que nos move! E mais tarde ou mais cedo a Segurança Social vai ter de reconhecer o nosso trabalho. Isso até pode fazer com que seja introduzido este tipo de serviço como um serviço normal e fundamental no apoio domiciliário.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima