Protesto entre Santo André e Sines pela A26 e ER 261-5

Protesto entre Santo André

Este sábado, 17 de Maio, vai ser dia de protesto no Litoral Alentejano!
Tudo porque a partir das cinco da tarde se vai realizar uma marcha lenta entre Vila Nova de Santo André e Sines, como forma de exigir ao Governo e à empresa Estradas de Portugal “uma rápida conclusão” das obras da A26/ IP 8 e também da Estrada Regional (ER) 261-5, que liga as duas localidades.
A concentração está marcada para o parque de estacionamento do Mercado Municipal de Vila Nova de Santo André, sendo antecedida por uma sessão extraordinária da Assembleia Municipal de Santiago do Cacém, que terá lugar na Biblioteca Municipal Manuel José “do Tojal” a partir das 15h30.
No caso da A26/ IP8, via em formato de auto-estrada que deveria ligar o Litoral Alentejano à cidade de Beja e à fronteira com Espanha, o presidente da Câmara de Santiago do Cacém, Álvaro Beijinha, diz tratar-se de uma situação “inconcebível”, acusando a empresa e o Governo de “negligência” num processo “que prejudica directamente as populações”.
O edil de Santiago do Cacém critica igualmente o facto da ER 261-5 estar praticamente concluída e não ser ainda utilizada, o que prejudica as pessoas de Santo André que trabalham em Sines.
“Não se consegue perceber a razão pela qual a via não é aberta ao trânsito de forma normal, retirando aqueles pinos que lá estão há mais de três anos e repondo pelo menos a circulação como tínhamos antes, com limite de 90 km/h. […] É incompreensível”, vinca Álvaro Beijinha, garantindo que a Estradas de Portugal não tem cumprido as constantes promessas feitas à autarquia.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima