Projecto LIFE chega ao fim com balanço positivo

Projecto LIFE chega ao

O projecto para conservação da abetarda, sisão e peneireiro-das-torres permitiu comprar terrenos, construir torres de nidificação e sinalizar linhas eléctricas, para evitar a morte destas aves no Baixo Alentejo.
O projecto LIFE Estepárias, destinado às aves que fazem os seus ninhos nos campos cerealíferos do Baixo Alentejo, terminou no final de 2012 e foi coordenado pela Liga para a Protecção da Natureza (LPN), com o objectivo principal de recuperar e proteger habitats.
A iniciativa tornou possível desenvolver várias acções para conservar aquelas espécies e Rita Alcazar, da LPN, realçou à Agência Lusa a aquisição de 168 hectares de terrenos, numa área "muito importante para a reprodução" da abetarda, ameaçada a nível mundial.
Agora que o programa acabou, a LPN pretende continuar a "gerir bem as terras e encontrar formas criativas de zelar pelas espécies que fazem parte do património" do país, revela Rita Alcazar, reconhecendo a dificuldade de obter mais apoios comunitários.
Resultado de um investimento de 1,6 mil milhões de euros, 75% dos quais vindos da Comissão Europeia, o programa permitiu a construção de duas torres de nidificação para o peneireiro-das-torres, em Castro Verde e Barrancos, onde passam na Primavera e Verão para fazer os seus ninhos.
Com a colaboração da EDP, linhas eléctricas foram sinalizadas e 40 quilómetros corrigidos na zona de Castro Verde, uma forma de diminuir a mortalidade das espécies devido a colisão.
A estes trabalhos acrescentam-se as várias acções de sensibilização e informação em escolas, junto de proprietários, agricultores e gestores de caça.
O projecto abrangeu quatro zonas da Rede Natura do Baixo Alentejo: Castro Verde, Moura-Mourão-Barrancos, Piçarras e Vale do Guadiana e contribuiu para que actualmente já existam cerca de 1400 indivíduos da espécie abetarda e 450 casais de peneireiros-das-torres.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima