Prisão preventiva para idoso que alvejou homem em Rio de Moinhos

Prisão preventiva para idoso que

O Tribunal de Beja decretou esta sexta-feira, 10, a prisão preventiva do idoso de 82 anos, que alvejou a tiro um homem, de 45, o qual ficou ferido, em Rio de Moinhos.
Fonte da GNR disse à Agência Lusa que a medida de coacção mais gravosa foi aplicada depois de o suspeito ter sido interrogado durante algumas horas no Tribunal de Beja, tendo recolhido ao estabelecimento prisional da cidade.
A tentativa de homicídio ocorreu cerca das 10h30 de quarta-feira, 8, na praça principal, o Largo Augusto Guerreiro Patrício, da aldeia de Rio de Moinhos, no concelho de Aljustrel, com o idoso a alvejar com um disparo de carabina de caça um homem com quem manteria "um mau relacionamento" e "discussões", segundo fontes da GNR.
Em comunicado, a Directoria do Sul da Polícia Judiciária (PJ) explica que o arguido e a vítima, ambos residentes na aldeia, "encontravam-se desavindos desde há vários anos e o acto advém de agressões mútuas ocorridas no dia anterior".
Em pleno largo da aldeia, o idoso, munido da carabina de caça, alegadamente de sua propriedade, alvejou o outro homem com um disparo no braço esquerdo, o qual foi assistido no local e transportado para as urgências do Hospital José Joaquim Fernandes, em Beja, "não correndo risco de vida", referiram as fontes da Guarda.
Após a tentativa de homicídio, segundo a GNR, o idoso atirou a arma de fogo para a Estação de Tratamento de Águas Residuais (ETAR) da localidade e barricou-se na sua casa.
Depois de a GNR ter montado um dispositivo policial no local, o idoso entregou-se voluntariamente cerca das 11h30, ficando sob detenção e, por determinação do Ministério Público, entregue à custódia da PJ.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima