Presidente da República louva "luta mobilizadora" de Castro e Brito

Presidente da República louva "luta mobilizadora" de Castro e Brito

O Presidente da República louvou hoje a “persistente e mobilizadora luta” na defesa da agricultura de Manuel Castro e Brito e o “papel essencial na organização e presidência da Ovibeja”, apresentando as condolências à família pela sua morte.
De acordo com uma mensagem na página oficial de internet da Presidência da República, Marcelo Rebelo de Sousa enviou uma mensagem de condolências à família de Manuel Castro e Brito, presidente da ACOS – Associação de Agricultores do Sul, promotora da Ovibeja e da Federação das Associações de Agricultores do Baixo Alentejo.
“O Presidente da República louva a persistente e mobilizadora luta do Senhor Engenheiro Manuel Castro e Brito na defesa da agricultura e dos agricultores, e sublinha o papel essencial na organização e presidência da Ovibeja”, refere a nota.
O chefe de Estado “recorda, com saudade, a sua amiga presença e solidariedade em momentos cívicos vividos em conjunto”, testemunhando “o seu profundo pesar à família e às instituições a que dava as suas constantes dedicação e experiência”.
Manuel Castro e Brito morreu hoje, aos 65 anos, vítima de doença súbita.
Natural de Baleizão, onde nasceu a 25 de setembro de 1950, Manuel Castro e Brito era agricultor e presidente da ACOS e da Comissão Organizadora da Ovibeja desde 1989 e da Federação das Associações de Agricultores do Baixo Alentejo desde 2004.
Em 2005, durante a sessão de inauguração da Ovibeja, Manuel Castro e Brito foi condecorado pelo então presidente da República, Jorge Sampaio, com o grau de comendador da Ordem de Mérito Agrícola, Comercial e Industrial na Classe de Mérito Agrícola.
Em 2003, Manuel Castro e Brito foi condecorado pela Assembleia Municipal de Beja com a Medalha de Mérito Municipal (Grau Prata).

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima