Presidente da AFBeja aborda arranque polémico de época

Pedro Xavier
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

O campeonato distrital da 1ª divisão distrital arrancou no passado domingo, 18, e com muita polémica à mistura, com três faltas de comparência e uma partida adiada em virtude do posicionamento de algumas equipas, que contestam o início da competição devido à pandemia da Covid-19.
Desta forma, Guadiana de Mértola, Odemirense e Aldenovense faltaram às suas partidas, o que valeu as vitórias “administrativas” de Almodôvar, Penedo Gordo e U. Serpense, respectivamente.
Já o jogo entre Sp. Cuba e Milfontes foi adiado para 27 de Dezembro, enquanto o Despertar acabou por recuar na sua intenção de não comparecer na recepção ao Vasco da Gama da Vidigueira na jornada inaugural do “Distritalão”.
Tanto Guadiana como Odemirense, Despertar e Aldenovense justificaram a sua tomada de posição em comunicados publicados nas suas páginas oficiais no Facebook, onde criticam duramente a forma como a Associação de Futrebol de Beja (AFBeja) tem conduzido o processo.
Perante estes casos, e em entrevista exclusiva ao “CA”, o presidente da AFBeja refere que “a falta de comparência a um jogo oficial é uma premissa dos clubes”. “Lamento, mas não me posso sobrepor à decisão dos mesmos”, sublinha Pedro Xavier.
O líder associativo diz ainda que, “dentro do que é expectável, e não se assistindo a situações extraordinárias”, há condições para a competição se desenrolar com normalidade.

Leia a entrevista de Pedro Xavier, presidente da AFBeja, na edição de 23 de Outubro do “CA”, já nas bancas

Opinião

Napoleão Mira

16 de Abril, 2021

De olhos em bico III

Carlos Pinto

16 de Abril, 2021

Uma década de aeroporto

Carlos Pinto

1 de Abril, 2021

O elogio da agricultura

Vitor Encarnação

1 de Abril, 2021

Na minha estante

José Francisco Encarnação

22 de Março, 2021

Opções

Carlos Pinto

19 de Março, 2021

Um problema de futuro!

Anterior
Seguinte

EM DESTAQUE

ULTIMA HORA

Role para cima