Prémio de jornalismo evoca D. Manuel Falcão

Prémio de jornalismo

Os cónegos António Rego e João Aguiar foram os primeiros distinguidos pelo prémio de jornalismo “D. Manuel Falcão”, que evoca a memória do antigo bispo de Beja.
O prémio foi criado pelo Secretariado Nacional das Comunicações Sociais (SNCS) da Igreja Católica e visa homenagear o antigo bispo de Beja, considerado “um precursor daquela que é actualmente a realidade católica no mundo da comunicação”.
O prémio tem carácter anual e vai ser aberto à comunicação social em geral.
De acordo com o padre Américo Aguiar, director do SNCS, este prémio pretende distinguir todos os profissionais de comunicação “que se esforçam verdadeiramente” em levar ao público em geral “a verdade” dos “acontecimentos da vida e da sociedade”, em “cada tempo e contexto”.
“Porque quer os jornalistas quer a Igreja querem a mesma coisa: que a verdade seja apresentada aos destinatários, aos leitores, aos telespectadores, aos ouvintes e cibernautas”, frisa.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima