Portas visitou fábrica da Água do Castello em Moura

Portas visitou fábrica da

O vice-primeiro-ministro considera que a economia portuguesa ainda não chegou a um "patamar óptimo, nem sequer "muito bom", mas que está melhor do que há um ano.
Paulo Portas falava na cerimónia comemorativa dos 115 anos da Água Castello, produzida pela empresa Mineraqua, que decorreu esta segunda-feira, 7, na unidade de engarrafamento daquela água mineral natural gaseificada, em Pisões, no concelho de Moura.
"Aprecio muito o contributo que vocês [Mineraqua] dão a uma economia que não chegou ainda a um patamar nem óptimo nem sequer muito bom, mas que, evidentemente, está melhor do que estava há um ano. Nós não voltaremos à recessão, felizmente", declarou Paulo Portas.
O vice-primeiro-ministro destacou vários indicadores económicos, como os números do desemprego, os quais "ainda são altos", mas que "têm uma trajectória de descida constante e congruente", os indicadores de confiança dos empreendedores e dos consumidores, que "estão no seu melhor nível desde 2008" e as exportações, as quais passaram de 28% para 41% do Produto Interno Bruto (PIB).

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima