Plataforma on-line avalia água do Roxo

Plataforma on-line

A Associação de Beneficiários do Roxo criou uma plataforma on-line que vai reunir todos os dados relativos à qualidade da água, dos solos e das culturas existentes no seu perímetro de rega.
O projecto é apresentado esta quarta-feira, 30, pelas 14h30, na Biblioteca Municipal de Aljustrel e surge no âmbito da medida 4.2.2 – Redes de Divulgação de Informação do Programa de Desenvolvimento Rural (Proder).
A nova plataforma contou com a colaboração da Universidade de Évora e do Politécnico de Beja e com o apoio da Câmara de Aljustrel, tendo por objectivo proporcionar a empresários agrícolas, autrarcas, técnicos e associações uma “concentração da informação integrada dos parâmetros de avaliação de qualidade da água da albufeira do Roxo e seu perímetro de rega e os diferentes tipos de solos, bem como estabelecer relações entre a informação coligida e as culturas mais adequadas para identificação dos riscos e minimização dos mesmos no perímetro de rega do Roxo”.
A criação desta plataforma, “além de permitir aos empresários agrícolas aceder a informação relevante mais rapidamente, ter acesso a informações sobre a qualidade da água de rega, dos solos das explorações e aos dados técnicos da infra-estrutura de rega, irá igualmente facultar a utilização de ferramentas de gestão atuais e inovadoras nas actividades das explorações agrícolas, facilitar o acesso a dados via Internet sem condicionalismos de horários, bem como disponibilizar serviços mais sofisticados e modernos”, revela fonte da Associação de Beneficiários do Roxo.
Após a sessão de apresentação do projecto, a associação assinará um protocolo de colaboração com a empresa RRPlaning, tendo em vista a elaboração do plano de pormenor da antiga fábrica do Roxo.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima