“Pessoas esperam que EMAS esteja à frente do nosso tempo”

“Pessoas esperam

Em 2020 a Empresa Municipal de Água e Saneamento (EMAS) de Beja cumpre 100 anos de trabalho na gestão da água no concelho. Um século de muitas dificuldades e grandes conquistas, como refere o administrador-executivo da empresa em entrevista publicada no suplemento “Uma Empresa Municipal, Um Século de História”, que chega nesta sexta-feira, 12, às bancas juntamente com o “CA”.
“Os serviços de água são sempre uma componente importante da comunidade, que evoluem ao mesmo tempo que a malha urbana vai evoluindo. No caso de Beja, se calhar esse destaque foi mais acentuado porque, primeiro como serviços municipalizados e depois enquanto empresa municipal, se profissionalizaram os serviços e a resposta que foi sendo dada também foi sempre positiva, antecipando os desafios para aquela que sempre foi a maior entidade gestora da região”, afirma Rui Marreiros.
O gestor reconhece mesmo que existe “uma marca de inovação” associada ao trabalho da EMAS de Beja.
“As equipas estão motivadas e as pessoas também esperam que estejamos à frente do nosso tempo. Hoje temos novos desafios, como as alterações climáticas, com destaque para as suas consequências em matéria de secas prolongadas, e a EMAS de Beja e o seu corpo técnico acabam, até de forma natural, por serem vistos como uma referência, mas também como uma segurança para dar a resposta certa em situações de maior complexidade”, diz.

O “CA” publica a 12 de Junho, juntamente com a sua edição, um suplemento especial dedicado aos 100 anos da EMAS de Beja, que se assinalam em 2020

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima