PCP e PS criticam despedimentos na Kemet

PCP e PS criticam

O PCP e o PS criticam o processo de despedimento colectivo de 127 trabalhadores da fábrica de Évora da multinacional norte-americana Kemet Electronics, por aumentar "o exército de desempregados e a pobreza" na região.
A empresa pretende avançar com o despedimento colectivo de 127 dos cerca de 310 trabalhadores da unidade fabril alentejana, segundo o delegado sindical e dirigente do Sindicato das Indústrias Eléctricas do Sul e Ilhas (SIESI), Hugo Fernandes.
De acordo com o sindicalista, a multinacional norte-americana quer encerrar uma das linhas de produção a 30 de Junho e deslocalizá-la para o México.
Em comunicado, a Direcção Regional Alentejo (DRA) do PCP afirmou que o despedimento colectivo na Kemet Electronics, "com base no argumento da deslocalização de linhas de produção para o México, alarga o exército de desempregados e aumenta a pobreza".
Aludindo a esta e a outras empresas da região, os comunistas alertaram que "o desemprego mantém-se como uma chaga social", com "o Alentejo a ter, em 2013, uma das taxas mais elevadas do país, sem contabilizar os que deixaram de estar inscritos nos centros de emprego".
Também em comunicado, a concelhia de Évora do PS manifestou a sua "solidariedade para com os trabalhadores [da Kemet Electronics] ameaçados e suas famílias", defendendo que "não se pode permitir que sejam destruídos mais postos de trabalho".
"Dificuldades estruturais e de mercado não podem servir de argumento para a inacção", pode ler-se no documento.
Os socialistas lançam "um veemente apelo ao Governo" para criar "condições que impeçam a concretização desta ameaça, sem esquecer que a empresa beneficiou do apoio de fundos públicos e de contrapartidas municipais no processo de instalação".
E exortam a Câmara de Évora (CDU) "a actuar, nomeadamente pressionando o Governo a tomar as necessárias medidas para que o intento da empresa não se concretize".
A fábrica de Évora da Kemet Electronics produz condensadores de tântalo para telemóveis e para a indústria automóvel.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima