PCP diz que A26 é “longo acesso a auto-estrada”

PCP diz que A26 é “longo

O PCP considera que o troço da A26 até Ferreira do Alentejo, aberto ao tráfego nesta sexta-feira, 26, “não é de facto uma verdadeira auto-estrada, mas sim o mais longo acesso a uma auto-estrada em Portugal”.
Em comunicado, os comunistas frisam que este troço “é o espelho da incapacidade de sucessivos governos do PS e do PSD em resolverem os problemas da região e em apostarem na melhoria da mobilidade e das acessibilidades”.
“Troço cujo processo é o exemplo da consequência de políticas de direita na região que em vez de privilegiarem o serviço público apostaram em ruinosas parcerias público-privadas”, numa política “em que o PS é gémeo do PSD”.
O PCP defende igualmente “que é necessário e indispensável” haver “uma política séria de desenvolvimento regional, que aproveitando as potencialidades existentes na região, insira na sua política a preocupação com a melhoria geral das estradas, com adequadas ligações entre as várias localidades, permitindo o fluxo de trabalhadores, dos agentes económicos e dos produtos regionais”.
Nesse sentido, continuam os comunistas, “indispensável é desde já intervir, enquanto não se constrói o IP8, na Estrada Nacional existente melhorando o piso, cujo estado é deplorável”, assim como “intervir em toda a rede rodoviária da região”.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima