PCP defende reactivação do ramal de Aljustrel

PCP defende reactivação

A bancada parlamentar do PCP apresentou na Assembleia da República um projecto de resolução onde defende a reactivação do ramal ferroviário de Aljustrel, assim como a modernização e electrificação da Linha do Alentejo.
No projecto, os comunistas recomendam que o Governo “concretize a modernização e electrificação, urgente, de toda a Linha do Alentejo nos troços Casa Branca-Beja e Beja-Ourique/ Funcheira”, além de considerar “como prioritário o transporte de produção mineira por ferrovia, promovendo assim, os evidentes ganhos ambientais, de saúde e de segurança das populações”.
O PCP pretende ainda que “no prazo de 180 dias” o Governo “estude o investimento e as soluções necessárias à reactivação do ramal ferroviário de Aljustrel” e que “proceda à reactivação urgente” do mesmo, “de modo a atribuir idêntica utilização ao ramal ferroviário de Neves-Corvo”.
Ao mesmo tempo, os comunistas exortam o Governo a implementar “acções de fiscalização ao transporte por via rodoviária de minério proveniente da mina de Aljustrel” e a monitorizar e avaliar os “efeitos do transporte de minério proveniente da mina de Aljustrel, nomeadamente no que respeita à saúde da população, ao ambiente, à segurança rodoviária e aos danos nas infra-estruturas rodoviárias”.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima