Ovibeja recebeu Costa e líderes do PSD, PCP e CDS

Ovibeja recebeu Costa e

Esta sexta-feira, 22 de Abril, foi um dia intenso de política na Ovibeja, que recebeu a visita do primeiro-ministro e também dos líderes do PSD, do PCP e do CDS-PP.
Depois de ter estado em Évora com o Presidente da República, o primeiro-ministro António Costa passou pela grande feira do Sul ao final da manhã, lembrando o “saudoso engenheiro Castro e Brito” e elogiando a sua “herança”. A Ovibeja “é um excelente exemplo que nos devia inspirar a todos do que é necessário fazer para continuar a valorizar o país, o território e as nossas produções”, afirmou António Costa.
Além da vista ao certame, Costa teve ainda tempo para reunir com responsáveis pelo movimento Baixo Alentejo Existe!, comprometendo-se a estudar as propostas deste sobre a electrificação da linha ferroviária até Beja ou a conclusão das obras do IP2 e do IP8/A26.
Já o líder do PSD passou pela Ovibeja ao final da tarde e não deixou de lançar algumas “farpas” ao Governo, nomeadamente no que toca á falta de financiamento do projecto do Alqueva. Pedro Passos Coelho garantiu “não perceber” porque existe falta de financiamento para o Alqueva e defendeu “que este não é um projecto fechado”.
Tal como o ex-primeiro-ministro, também o secretário-geral do PCP visitou a Ovibeja ao final da tarde. Jerónimo de Sousa aproveitou a ocasião para voltar a defender que “só com investimento público se poderão resolver os problemas de desenvolvimento” da região, lembrando que o distrito de Beja está “cheio de potencialidades”, como a Ovibeja comprova.
Antes de todos estes líderes políticos, a feira recebeu logo pela manhã a nova presidente do CDS-PP. Apesar de ter sido ministra da Agricultura no anterior executivo governamental, Assunção Cristas aproveitou a passagem pela Ovibeja para falar sobretudo de política nacional, anunciado que o partido irá apresentar no parlamento um projecto de resolução para levar a votos os programas de Estabilidade e Nacional de Reformas.
“O programa não é nosso, é do Governo, e, portanto, aquilo que o CDS-PP fará é promover, através de um projecto de resolução, que o Governo leve este programa a votos”, revelou.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima