Ourique “deixa marca” no sector mundial do presunto

Ourique “deixa marca” no

Pedro do Carmo considera que Ourique já “deixou marca” na organização do Congresso Mundial do Presunto, cuja sétima edição arrancou esta quarta-feira, 29, nesta vila.
A iniciativa arrancou oficialmente às 10h00 no pavilhão multiusos de Ourique e o presidente da Câmara Municipal garante que “já foram tomadas decisões muito importantes que deixarão Ourique para sempre marcado na organização do congresso”.
“Em primeiro lugar, foi aprovada a criação de mais um prémio, o prémio ‘Iniciativa Empresarial’. E em segundo lugar, [no final do congresso] não só será anunciado quem vai organizar o Congresso Mundial do Presunto em 2015, como ficará já pré-estabelecido quem o vai organizar em 2017. Ou seja, Ourique deixa essa marca para um espaço temporal de quatro anos”, sublinhou Pedro do Carmo ao “CA” após a sessão de abertura do evento.
O VII Congresso Mundial do Presunto vai decorrer em Ourique até sexta-feira, 31, e o autarca não esconde tratar-se de uma iniciativa de “extrema importância” para o concelho e para o sector.
“Esta é uma oportunidade para afirmarmos a defesa do mundo rural e a defesa do interior. Esta é uma prova que no interior do país, nestas regiões de baixa densidade, também é possível fazer grandes eventos e fazê-los com dignidade. Por outro lado, é preciso alertar as autoridades que neste momento de dificuldades temos de nos preocupar com o que é essencial nos produtos. Não com a sua rotulagem ou com a sua imagem, mas sim com o que é essencial, pois fazemos a transformação deste produto há séculos. E fazemo-lo bem”, disse.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima