Oceanic cria em Sines nova unidade industrial

Oceanic cria em Sines

A Oceanic, empresa de Ermidas-Sado especializada na comercialização por grosso de peixe fresco, vai criar uma nova unidade industrial em Sines já em 2014.
A obra deverá arrancar no início do próximo e representa um investimento a rondar os dois milhões de euros.
“Trata-se de uma necessidade, pois o nosso espaço físico é pequeno para o nosso volume de trabalho. Trabalhamos com muito peixe e precisamos de melhores condições”, adianta ao “CA” um dos administradores da empresa, Miguel Segundo.
De acordo com este responsável, a nova unidade será “adequada” às necessidades da empresa e deverá ser desenvolvida em duas fases.
“Temos muito medo de morrer do sucesso ou de dar um passo maior que a nossa perna! Por isso, temos planeado para a primeira fase uma unidade com 1.800 metros quadrados, onde faremos uma pequena parte de congelados – até porque ganhámos um cliente que nos assegura 5.000 toneladas por ano de produtos congelados. O resto será para os frescos”, explica Miguel Segundo.
Quanto há segunda fase, continua o empresário, será para avançar no início de 2016.
“Vamos tentar ganhar algum dinheiro para conseguir fazer o projecto com capitais próprios e não depender apenas de financiamentos da União Europeia ou da banca. O negócio vai ter de pagar o investimento! Por isso vamos criar um pouco de ‘pulmão’ para depois arrancar com a segunda fase, que já terá outro tipo de congelação e umas câmaras frigoríficas de 20 graus negativos, para fazermos a nossa embalagem e congelarmos o nosso próprio peixe. Porque agora fazemos outsourcing no caso dos congelados e queremos fazer tudo. Não por uma questão económica – porque não nos sai mais barato –, mas por uma questão de qualidade. Ou seja, para sermos nós a controlar os nossos produtos todos”, conclui o administrador da Oceanic.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima