Novo museu dedicado ao megalítico “nasce” em Mora

Novo museu dedicado ao

Um novo museu interactivo dedicado ao período megalítico está a "nascer" em Mora, num projecto "inovador" que envolve a recuperação da antiga estação ferroviária da vila e um investimento de 2,5 milhões de euros.
O presidente da Câmara de Mora, Luís Simão, afiança à Agência Lusa que o futuro Museu do Megalitismo vai ser um "equipamento inovador" e de "referência a nível nacional", realçando que o espaço vai possibilitar aos visitantes "sentirem-se envolvidos por aquela época".
"Museus onde estão expostas peças megalíticas há muitos, mas nós, além disso, queremos ir mais longe, porque os museus afirmam-se pela diferença", afirma, avançando que uma das principais "atracções" será um holograma de um homem das cavernas.
O futuro Museu do Megalitismo vai ocupar as antigas instalações da estação ferroviária de Mora e um edifício que está a ser construído de raiz num espaço contíguo.
A obra envolve um investimento global de 2,5 milhões de euros, sendo financiada a 85 por cento por fundos comunitários e o restante pelo Município.
O autarca alentejano indica que os trabalhos já arrancaram no terreno e que estão a decorrer em "bom ritmo", referindo que, actualmente, "estão a ser feitas as fundações do novo edifício e demolições no edifício da antiga estação".
"Trabalhamos para criar valências que possam fazer com que as pessoas visitem o concelho de Mora e possam permanecer aqui mais tempo", diz Luís Simão, salientando que o museu "vai ser uma complementaridade do Fluviário de Mora", aberto há já alguns anos na periferia da vila.
De acordo com o presidente do Município, uma das vertentes do equipamento será a apresentação de peças megalíticas recolhidas no concelho, já que em Mora "foram encontrados muitos objectivo megalíticos e todos os anos são encontradas novas peças".
Para o espaço, está também prevista a instalação de outras valências, nomeadamente uma biblioteca, um espaço Internet e uma área para exposições temporárias, actualmente localizada na Casa da Cultura da vila.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima