Nova reitora da Uni. Évora aposta na internacionalização

Nova reitora da Uni. Évora

A nova reitora eleita da Universidade de Évora, Ana Maria Costa Freitas, que toma posse esta sexta-feira, 9, quer projectar a academia alentejana no país e no estrangeiro, considerando também “fundamental” afirmá-la como “um dos principais motores” do desenvolvimento regional.
Estas são prioridades da nova reitora, eleita a 23 de Abril e que toma posse às 15h00, nos claustros da reitoria da universidade, substituindo no cargo Carlos Braumann.
Segundo a Universidade de Évora (UÉ), a nova equipa reitoral, que integra ainda três vice-reitores e três pró-reitores, assume como “fundamental” afirmar a instituição como “um dos principais motores de desenvolvimento” da região.
A projecção da UÉ “a nível nacional e internacional” é, igualmente, aposta da liderança de Ana Maria Costa Freitas, eleita para conduzir os “destinos” da academia no quadriénio 2014-2018.
“Foi definida uma estratégia apoiada no conhecimento e na excelência, sendo prioritário alargar a rede de instituições parceiras nacionais e internacionais”, diz a nova reitora.
Para tal, vão ser realizadas “formações conjuntas com outras instituições, como a Universidade da Extremadura”, de Espanha, exemplifica, indicando também pretender colocar a UÉ em “novos rankings” e “captar novos fundos europeus”.
A diferenciação da UÉ é outro dos objectivos da nova reitoria, a qual promete apostar “em áreas de excelência reconhecidas” neste mandato.
“O reforço do acompanhamento estudantil e a requalificação do parque residencial são outras medidas a desenvolver e que podem contribuir para a qualidade do modelo educativo”, afirma Ana Maria Costa Freitas.
Para atingir os objectivos definidos, segundo a reitora, é essencial apostar na sustentabilidade a nível económico e ecológico.
Aumentar as receitas, através da captação de novos alunos e da prestação de serviços, assim como reduzir as despesas, com recurso a energias renováveis e à utilização de fontes próprias de água, são também acções a implementar.
Licenciada em Agronomia pelo Instituto Superior de Agronomia (Lisboa), Ana Maria Costa Freitas, de 59 anos, é doutorada em Biotecnologia Alimentar pela UÉ, com Agregação em Técnicas Cromatográfica aplicadas à Indústria Alimentar.
Entre 2006 e 2010, foi vice-reitora da academia alentejana, com o pelouro Académico, tendo também integrado o Conselho Geral da instituição, de Dezembro de 2012 a Outubro de 2013.
A nova reitora foi Conselheira no Gabinete de Conselheiros Políticos do Presidente da Comissão Europeia, em Bruxelas, entre 2011 e 2013.
A UÉ, cuja origem remonta ao século XVI, foi a segunda universidade fundada em Portugal.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima