Moços das campaniças editam disco de estreia

Moços das campaniças

O grupo Moços d’uma Cana apresenta esta sexta-feira, 16, pelas 21h30, no cine-teatro municipal de Castro Verde, o seu disco de estreia, “Nos bancos da minha escola”.
Depois de aprenderem a construir e a tocar viola campaniça na Escola Secundária de Castro Verde e protagonizarem alguns concertos pela região, os jovens músicos lançam agora o seu disco de estreia.
“Este disco não é dos Moços d’uma Cana, mas um disco que mostra o que aconteceu desde o início do projecto até agora. […] Os alunos saíram da escola e começam a ser independentes. E se não tivéssemos este CD, não tínhamos uma recordação ou nada que marcasse o que se passou ao longo deste período”, explica ao “CA” David Varela Pereira, um dos elementos do grupo.
“Nos bancos da minha escola” apresenta 10 temas, desde clássicos como “Altinho”, “Mariana Campaniça” ou “A Ilha dos Vidros” a “algumas novidades”.
“Temos modas com piano, também experimentámos juntar a harpa e ainda há temas apenas com as vozes do cante alentejano”, revela David Varela Pereira.
“O resultado final superou as nossas expectativas. Ficámos encantados”, acrescenta José Abreu, professor de construção de viola e também elemento do grupo.
“A matriz da viola campaniça está lá, mas é como um ramo de flores, em que pusemos mais coisas à sua volta para ter outra beleza. Penso que vai ser um trabalho muito agradável de ouvir”, diz.
O disco “Nos bancos da minha escola” foi produzido pela recém-criada associação Moços d’uma Cana e interpretado pelos 11 elementos que formam o grupo: David Pereira, José Abreu, Renato Marques, João Marques, Bruno Guerreiro, Rodrigo Valentim, David Caetano Pereira, Miguel Madeira, Cristiano Luz, Jorge Madeira e Miguel Carrapiço.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima