Moção defende aeroporto de Beja como alternativa a Lisboa e Faro

A Assembleia Municipal de Beja aprovou nesta terça-feira, 21, uma moção em que defende o aeroporto da cidade como “uma excelente e útil alternativa” aos aeroportos de Lisboa e Faro, “em caso de necessidade e de sobrelotação”.

A moção, proposta pela coligação “Beja Consegue”, que junta PSD, CDS-PP, PPM, Iniciativa Liberal e Aliança, foi aprovada por unanimidade pelos eleitos das várias forças políticas representadas na Assembleia Municipal de Beja.

O documento sustenta que “o aeroporto de Beja encontra-se certificado pelo Instituto Nacional de Aviação Civil e é um dos quatro aeroportos portugueses que podem receber voos internacionais”, tanto de passageiros como de carga.

Para os eleitos, “é urgente” rentabilizar esta infraestrutura aeroportuária, através do empreendimento do Alqueva, do Porto de Sines, do turismo, das fábricas de componentes aeronáuticos que a Embraer possuía em Évora e que, agora, são da espanhola Aernnova e da captação de mais investimento nesta área.

Apesar de admitirem que o aeroporto de Beja “dificilmente conseguirá ser um aeroporto complementar ao de Lisboa”, os eleitos defendem ainda que “pode ser, em caso de necessidade e de sobrelotação dos aeroportos de Lisboa e de Faro, uma excelente e útil alternativa”.

O documento, que vai ser enviado ao Presidente da República, primeiro-ministro e Ministério do Planeamento e das Infraestruturas, reclama também mais investimento público para o Baixo Alentejo.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima