Ministério da Agricultura pede a Bruxelas ajuda contra os efeitos da seca

Ministério da Agricultura pede a Bruxelas ajuda contra os efeitos da seca

A ministra da Agricultura, Assunção Cristas, revelou esta quarta-feira, 7, que o Governo português já enviou "uma carta" para Bruxelas por causa da seca e dos seus efeitos na agricultura.
Em entrevista à RTP, Assunção Cristas disse que "hoje [quarta-feira] mesmo seguiu uma carta formal para o comissário da Agricultura" a dar conta dos efeitos na agricultura da seca que se tem sentido em Portugal nos últimos meses e a pedir para que sejam "accionadas" medidas.
Contudo, agricultores e ambientalistas consideram que o pedido de ajuda que a ministra da Agricultura fez a Bruxelas por causa da seca “já vem tarde” e que o Governo devia tomar outras medidas.
“Tendo em conta que a seca já vai no terceiro mês, podemos considerar que o pedido é tardio”, disse à Agência Lusa o dirigente da Confederação Nacional da Agricultura, João Dinis.
Por seu lado, o ambientalista João Camargo, da Liga para a Protecção da Natureza, garantiu que acção era já "imperativa".
Numa situação que era de seca extrema, o pedido de seca "é tardio" e deviam ter sido tomadas as "medidas adequadas" face aos problemas que a seca impõe na agricultura e no ambiente, frisou.
Recorde-se que Assunção Cristas tinha já pedido para que o tema da seca em Portugal fosse introduzido no Conselho de Ministros dos 27, no próximo dia 19, em Bruxelas.
Roger Waite, porta-voz do executivo comunitário para a Agricultura, tinha anteriormente afirmado que a Comissão Europeia está em contacto com as autoridades portuguesas por causa da seca na agricultura.

Partilhar

Facebook
Twitter
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima