Ministra da Agricultura inaugura electrificação de casas e explorações agrícolas na serra de Serpa

Ministra da Agricultura inaugura electrificação de casas e explorações agrícolas na serra de Serpa

Sessenta casas e explorações agrícolas da serra de Serpa já têm electricidade, graças ao projecto de electrificação rural da zona, num investimento de cinco milhões de euros para "levar luz" a 246 clientes até final deste ano.
A primeira fase do projecto, que permitiu instalar 62 quilómetros de redes de baixa e média tensão e 26 postos de transformação para ligar 60 casas isoladas e explorações agrícolas à rede eléctrica nacional, está concluída e é esta sexta-feira, 24, inaugurada, adiantou à Lusa fonte da EDP, que está a desenvolver o projecto.
A cerimónia de inauguração vai decorrer a partir das 15h00 na Câmara de Serpa e contará com as presenças da ministra da Agricultura, Assunção Cristas, e do presidente executivo da EDP, António Mexia.
A segunda fase do projecto, que já está a decorrer e deverá terminar no próximo mês de Dezembro, vai permitir instalar 150 quilómetros de redes de baixa e média tensão e 60 postos de transformação para ligar mais 186 fogos isolados e explorações agrícolas à rede eléctrica nacional.
Ao todo, o projecto, desenvolvido pela EDP Distribuição, vai permitir levar electricidade a 246 casas e explorações agrícolas de âmbito familiar dispersas pela serra de Serpa, nomeadamente pelas freguesias de Vila Nova de São Bento, Salvador e Vila Verde de Ficalho, no concelho de Serpa, na margem esquerda do rio Guadiana.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima