Mineiro Aljustrelense regista redução do passivo

Mineiro Aljustrelense

O Mineiro Aljustrelense viu o seu passivo registar uma redução em 48.068,09 euros em pouco mais de um ano, tendo agora uma dívida ligeiramente acima dos 8.500 euros.
De acordo com o relatório de prestação de contas apresentado a 19 de Setembro em Assembleia Geral, o passivo do emblema da vila das minas a 30 de Junho de 2013 era de 8.557 euros, o que representa uma redução de quase 90% face aos 56.625,09 euros de dívidas apurados em Julho do ano anterior, quando a actual direcção assumiu os destinos do Aljustrelense enquanto comissão administrativa.
Na prática, o clube tem apenas em dívida 5.585 euros referentes a despesas com pessoal (eram 35.538 euros em Julho de 2013) e mais 2.972 euros a fornecedores (face aos 12.180,54 de há um ano atrás).
Além da substancial redução do seu passivo, o Mineiro Aljustrelense conseguiu chegar ao final da última época desportiva com um saldo positivo de 444,58 euros, tendo tido receitas no valor de 159.754 euros contra 159.310,42 euros de despesas.
Grande parte das despesas da última temporada (81,46% do total) estiveram relacionadas com a gestão corrente do clube, nomeadamente subsídios a pessoal (75.858 euros), fornecedores externos (43.170,51 euros) e pagamentos a instituições (10.743,32 euros), num total de 129.771,83 euros.
Os restantes 29.538,59 euros de despesa (18,54%) foram utilizados no abate do passivo.
Em termos de receitas, a maior fatia (58.838 euros) foi proveniente dos subsídios, com a Câmara de Aljustrel à cabeça (43.088 euros).
Já a organização de eventos rendeu ao clube da vila das minas um total de 56.973,18 euros em 2012-2013, com destaque para as verbas angariadas durante a Feira do Campo Alentejano (9.215 euros), o Roxo Summer Fest (5.630 euros) e o torneio de futsal (5.588 euros).
As outras principais fontes de receita do Mineiro Aljustrelense durante a última época foram as quotizações (18.353,60 euros), a publicidade (17.725 euros), e as verbas provenientes da Federação Portuguesa de Futebol e da Associação de Futebol de Beja (6.236,24 euros).

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima