Mineiro Aljustrelense reduz passivo em 85%

Mineiro Aljustrelense

O Mineiro Aljustrelense conseguiu reduzir o seu passivo em cerca de 85% ao longo da época 2012-2013, passando de perto de 30 mil euros de dívida para apenas cinco mil.
“No que toca à gestão corrente, considero que o Mineiro é um exemplo para outros clubes, não vivendo acima das suas possibilidades e cumprindo os compromissos que assume. O passivo assumido em Assembleia Geral no início da época [N.d.r.: cerca de 30 mil euros] baixa todos os meses e neste momento já diminuiu em cerca de 85%”, adianta ao “CA” o presidente da comissão administrativa.
Para António Gonçalves, o trabalho feito pela sua equipa permitiu que o Mineiro Aljustrelense seja de novo um “clube estável e capaz de procurar atingir as suas ambições”.
“O clube foi forçado a uma restruturação profunda devido a questões que todos conhecem, obrigando a pecar naquilo que é a corrente desportiva. Traçámos como principal objetivo devolver a honra e a serenidade ao clube […] e tenho orgulho no trabalho desenvolvido”, diz.
Este balanço leva o dirigente a “agradecer à fantástica equipa de trabalho” que tem tido a seu lado, assim como “aos sócios, amigos do clube e empresas que foram fundamentais nesta manobra financeira”.
“Juntos formámos uma grande equipa, devolvendo o que carateriza o nosso Mineiro”, sublinha António Gonçalves, garantindo que a actual comissão directiva pretende dar “continuidade ao trabalho desenvolvido até ao momento”, devendo apresentar uma lista aos órgãos sociais nas próximas eleições do clube, que se realizam no início de Junho.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima