Matadouro do Litoral Alentejano entra em fase de testes

Matadouro do Litoral Alentejano entra em fase de testes

O Matadouro do Litoral Alentejano (MLA), situado na freguesia de Vale de Santiago (Odemira), já iniciou a sua primeira fase de laboração, com os testes de linha e abate experimental de animais.
"O início de testes é um momento decisivo para o MLA, não só por constituir o início de actividade da unidade industrial de abate, mas pelo culminar da dedicação e esforço das entidades envolvidas, que muito investiram e muito acreditaram", vinca ao "CA" fonte oficial da Câmara de Odemira, que é uma das principais accionistas da empresa, juntamente com a Caixa Agrícola de São Teotónio.
De acordo com a mesma fonte, o MLA poderá criar cerca de 20 postos de trabalho e implicou um investimento de cerca de cinco milhões de euros, com financiamento comunitário.
A unidade pretende aproveitar o potencial pecuário dos concelhos de Odemira, Ourique e Santiago do Cacém e nesse sentido está equipada com três linhas de abate (com capacidade de abate de 15 bovinos, 100 leitões e 90 porcos, borregos ou cabritos por hora).
Para rentabilizar a unidade e melhorar a qualidade do produto, o MLA possui igualmente a mais moderna tecnologia, nomeadamente mecanização de todas as linhas, a insensibilização por CO2, o escaldão vertical ou túnel de arrefecimento rápido de carcaças.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima