Luís Pita Ameixa acusa Governo de "sanha persecutória" contra distrito de Beja

Luís Pita Ameixa acusa Governo de "sanha persecutória" contra distrito de Beja

O deputado do PS eleito por Beja acusou esta terça-feira, 31, o Governo PSD/CDS-PP de fazer uma "sanha persecutória contra Beja e o Baixo Alentejo", através de "fortes campanhas" para "denegrir" projectos de desenvolvimento regional, como Alqueva, aeroporto de Beja e A26.
"A entrada do Governo PSD/CDS-PP caracterizou-se por fortes campanhas a denegrir os projectos de desenvolvimento regional, que vinham em curso, na sua descapitalização e no seu abandono", disse Luís Pita Ameixa.
Segundo o deputado, que falava na conferência de imprensa em que fez o balanço da sua actividade na passada sessão legislativa na Assembleia da República, "esta sanha persecutória contra Beja e o Baixo Alentejo iniciou-se com a paragem do projecto Alqueva".
Já o aeroporto de Beja "é um caso político" e "só é viável se houver, da parte do Governo, entusiasmo, empenhamento, compromisso e uma aposta política em promover" a infra-estrutura aeronáutica baixo-alentejana, vincou Luís Pita Ameixa.
O deputado lamentou igualmente a paragem das obras de construção da A26, entre Sines e Beja, e de requalificação do IP2, nos troços São Manços/ Beja e Beja/ Castro Verde, incluídas na sub-concessão Baixo Alentejo, resultantes das renegociações dos contratos entre o Governo e o concessionário.
No entanto, sublinhou, "mais grave" do que a paragem das obras "é a opção política do Governo e do PSD de que Beja não deve ter auto-estrada", o que significa "menorizar Beja na competição comparativa que tem de ter com outras cidades e regiões".

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima