Liceu de Beja é monumento nacional

Liceu de Beja é monumento nacional

O Liceu Diogo Gouveia, na cidade de Beja, considerado uma das “mais puras" obras do Modernismo português, já está classificado como Monumento de Interesse Público.
A portaria que determina a classificação, publicada em Diário da República, fixou uma zona especial de protecção, que abrange o conjunto urbano na envolvente do imóvel, para "salvaguardar o seu enquadramento e assegurar a correta leitura dos pontos de vista".
Segundo a portaria, o projecto do imóvel, datado de 1930 e da autoria do arquitecto Luís Cristino da Silva, "caracteriza-se pela subordinação às normas construtivas e programáticas da ´escola moderna` e da arquitectura funcionalista do estilo internacional, no dealbar ainda inconsistente da denominada Arquitectura do Estado Novo".
Inaugurado em 1936, o edifício é "uma das primeiras e mais puras obras do Modernismo português, notabilizando-se pelo despojamento ornamental aliado às formas que o uso do betão permitiu explorar e pela assimetria da planta, determinada por questões práticas".
Segundo a portaria, a classificação do Liceu Diogo de Gouveia como Monumento de Interesse Público reflecte os critérios constantes na lei relativos ao carácter matricial, ao valor estético, técnico e material intrínseco, à concepção arquitectónica e urbanística e à extensão do imóvel e ao que "nela se reflecte do ponto de vista da memória coletiva".
No imóvel funciona a Escola Secundária Diogo de Gouveia, cujos edifícios, entre 2009 e 2011, foram alvo de obras de remodelação e ampliação, no âmbito do Programa de Modernização do Parque Escolar.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima