Leandro Gonçalves é o novo presidente do Lar Jacinto Faleiro

Leandro Gonçalves é o novo

Garantir a estabilidade financeira da instituição vai ser a grande prioridade do mandato do recém-eleito presidente do Lar Jacinto Faleiro, IPSS com sede em Castro Verde.
“A maior prioridade do mandato é manter a estabilidade da instituição, sobretudo ao nível económico. É nesta área que teremos que concentrar mais esforços, sendo que, para isso, teremos que pensar em novas formas de auto-financiamento”, revela ao “CA” Leandro Gonçalves.
Eleito para o cargo na última sexta-feira, 15, Leandro Gonçalves vai liderar o Lar Jacinto Faleiro até 2015, naquele que define como “um desafio de cidadania” e a “possibilidade de poder ser um agente activo na sociedade, contribuindo solidariamente para o reforço da qualidade de vida daqueles que vêem no Lar Jacinto Faleiro uma resposta às suas necessidades”.
Nesse sentido, além da estabilidade financeira, Leandro Gonçalves assume como prioridades do seu mandato “dar atenção à qualidade do serviço” prestado, “aprofundar a cooperação entre os colaboradores e a direcção” e “inovar na forma de gestão” da instituição.
O novo presidente do Lar Jacinto Faleiro quer ainda “introduzir novas áreas de intervenção e alargar horizontes” de algumas das já existentes, assim como “aprofundar as parcerias existentes com os mais diversos agentes da sociedade castrense”.
Ciente que a dinamização de novos projectos no seio da instituição está dependente “da evolução do clima económico e social do país”, Leandro Gonçalves pretende igualmente concretizar algumas das ideias da direcção que agora cessa funções.
“São projectos que se enquadram no aumento da qualidade do serviço que a instituição presta aos seus utentes e, por outro lado, que podem contribuir economicamente para o dia-a-dia do Lar. Falo concretamente da substituição do equipamento ascensor no Pólo I e o melhoramento das diversas infra-estruturas da instituição às normas mais exigentes na área da segurança contra incêndios, bem como a recuperação do Monte dos Bispos, projectando-o para a área do turismo”, explica.
Fazer do Lar Jacinto Faleiro “um referencial formativo ao nível da intervenção social” está também nos planos de Leandro Gonçalves, assim como a “recuperação do património da instituição”.
“Será um objectivo em mente, mas sempre muito condicionado aos apoios que viermos a conseguir e às disponibilidades financeiras próprias”, conclui.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima