Lar de idosos avança na freguesia de Relíquias

Lar de idosos avança

O sonho da freguesia de Relíquias de ter um lar de idosos está em vias de ser realidade através do projecto da Casa do Povo local, avaliado em mais de um milhão de euros.
O projecto está a avançar e espera apenas por ver a sua candidatura a fundos comunitários, através do InAlentejo – Programa Operacional Regional do Alentejo, receber “luz verde”.
“Tudo nos leva a estar optimistas”, revela a presidente da direcção da Casa do Povo de Relíquias, Maria do Nascimento.
“Tentámos várias vezes e em 2013 conseguimos finalmente apresentar a candidatura! Agora estamos à espera da resposta. Mas foi-nos dito que a nossa candidatura era pertinente, dada a localização, e agora estamos à espera do parecer positivo”, acrescenta a directora-técnica da instituição, Patrícia Rodrigues.
O projecto do lar da Casa do Povo de Relíquias é um “sonho antigo” e prevê a construção de uma nova infra-estrutura no terreno situado entre o actual centro de dia da instituição e o campo de futebol.
A obra está orçada em 1,2 milhões de euros, sendo que o InAlentejo deverá comparticipar 75% desse montante.
A restante verba será assegurada, maioritariamente, pela Câmara de Odemira e pela própria instituição.
Caso a candidatura ao InAlentejo seja aprovada, a construção do novo lar de Relíquias avançará ainda este ano e terá de estar concluída no prazo de dois anos.
A nova infra-estrutura terá 10 quartos duplos e 10 individuais, num total de 30 camas, e permitirá a criação de 14 ou 15 novos postos de trabalho, que se juntarão aos actuais 13 trabalhadores.
“O lar é fundamental! Seja para criar mais emprego em Relíquias, seja para resolver os problemas dos utentes”, vinca Patrícia Rodrigues, lembrando que “há muita gente que está em centro de dia ou apoio domiciliário que está a aguardar entrada em lar”.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima