Junta de Freguesia de Aljustrel aposta na solidariedade e na inovação

Junta de Freguesia de Aljustrel aposta na solidariedade e na inovação

Dinamismo, inovação e uma forte preocupação social! Para Manuel Ruas, são estas as principais “imagens de marca” do trabalho que tem vindo a ser realizado pelo seu executivo desde Outubro de 2009, altura em que venceu as eleições para a Junta de Freguesia de Aljustrel.
“O balanço é bastante positivo e estamos de consciência tranquila, pois temos a certeza que a Junta de Freguesia de Aljustrel, actualmente, é dinâmica, inovadora e com atitude, cumprido assim o proposto à população”, sublinha o autarca eleito pelo PS, sem rodeios em identificar a aquela que tem sido a sua maior prioridade: “Ajudar as pessoas a ultrapassar as dificuldades, que actualmente consideramos de extrema importância”.
Manuel Ruas lembra que quando foi eleito a Junta de Freguesia de Aljustrel “era um caso muito especial no contexto autárquico regional”, uma vez que “não tinha protocolo de delegação de competências” com a Câmara Municipal “desde o início dos anos 90”.
Por isso, “temos desenvolvido um trabalho praticamente de raiz”, vinca o edil socialista.
Apesar desta dificuldade, tem sido muita a “obra” realizada desde então pela Junta de Freguesia de Aljustrel, a começar pela criação do projecto “Vamos até si”, na prática um serviço de apoio social e de proximidade.
É um projecto “que apoia os mais necessitados em deslocações ao médico, no tratamento de documentação, na marcação de consultas e transporte para as mesmas, e em todo o tipo de apoio que por vezes não parece importante, mas que para muitas pessoas é bastante”, justifica Ruas.
Ao mesmo tempo, continua o autarca, foi criado um regulamento para apoiar e incentivar as requalificações de quintais e a demolição de barracões nos antigos bairros mineiros da vila, “de forma a tornar aquelas zonas mais atractivas e com melhores condições de habitabilidade”.
E foi precisamente num desses bairros mineiros, em Vale d’Oca, que a Junta de Freguesia de Aljustrel avançou com a execução de pluviais, obra que para Manuel Ruas é “de extrema importância para que se possa pavimentar os arruamentos”.
O calcetamento do parque de estacionamento da igreja de Nossa Senhora do Castelo, o início do processo de demolição das casas degradadas pelas cheias de 1997 na aldeia do Carregueiro ou a dinamização do Gabinete de Apoio ao Munícipe são outras das iniciativas desenvolvidas desde finais de 2009 pela Junta de Freguesia de Aljustrel, assim como o desenvolvimento de projectos relacionados com a educação e cidadania (“Ser bombeiro por quatro dias” e “Aljustrel Jovem e Criativa na Música”) ou o desporto (Grande Prémio de Santa Bárbara em atletismo e uma prova de BTT).

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima