Jornadas da VIH na cidade de Beja

Jornadas da VIH

Debater novas estratégias de rastreio é uma das metas das XIX Jornadas do Núcleo VIH da Sociedade Portuguesa de Medicina Interna (SPMI), que vão decorrer nesta sexta-feira e sábado, 25 e 26 de Janeiro, na cidade de Beja.
A iniciativa, que regressa a Beja 13 anos depois, é presidida pelo médico Telo Faria, responsável pela Consulta Multidisciplinar das Doenças Infecciosas na Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo.
Este ano as jornadas têm como mote “Doença VIH, mais vida com qualidade” e visam, segundo a organização, “proporcionar um fórum de discussão, actualização, troca de experiências, e convívio, para todos os que se interessam por esta área”. Durante as jornadas será ainda homenageado o médico Vítor Bezerra, uns dos pioneiros no seguimento clínico destes doentes e na criação do Núcleo VIH da SPMI.
De acordo com a mesma fonte, durante os dois dias de debate serão abordados temas como “Novas estratégias de Rastreio”, onde será um balanço histórico da actividade e da eficácia das diversas entidades envolvidas no rastreio da infecção e uma abordagem ao rastreio da infecção nos estabelecimentos prisionais.
“Família e Doença VIH”, “Novos fármacos, novas abordagens, mais qualidade”, “Doença VIH e Cura”, e “A doença VIH na primeira pessoa” são outros dos temas em destaque durante as jornadas em Beja.
A VIH é actualmente considerada uma doença crónica, “com terapêuticas eficazes, seguras, com mínimos efeitos secundários, de comprimido único, e com estratégias a nível mundial para a irradicação do vírus”.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima