João Ramos acusa Governo de “falta de vontade política” para dinamizar aeroporto de Beja

João Ramos acusa Governo de “falta de vontade política” para dinamizar aeroporto de Beja

O deputado do PCP eleito por Beja, João Ramos, acusa o Governo de ter "falta de vontade política" para pôr o aeroporto de Beja a funcionar e lamenta as incertezas sobre outros projectos do Baixo Alentejo, como o Alqueva e a construção da A26.
Em relação ao aeroporto de Beja, há "um acumular de atrasos que não serão benéficos" e "uma grande falta de vontade política" do Governo "em resolver o problema" e pôr a infraestrutura a funcionar, disse João Ramos durante a conferência de imprensa onde fez o balanço da sua actividade na última sessão legislativa na Assembleia da República.
Segundo o deputado, a "prova" da "falta de vontade política" do Governo, que "tem de ser ultrapassada", está sobretudo no atraso de seis meses na criação do grupo de trabalho para definir formas de rentabilização do aeroporto de Beja.
Por outro lado, "muitas vezes", as forças políticas que suportam o Governo PSD/CDS-PP referem-se ao aeroporto de Beja como sendo um "elefante branco", acrescentou.
João Ramos frisou também que há "atrasos" no processo de captação de investimentos e procura de soluções para o aeroporto de Beja, que devia ter começado quando arrancou a construção da infra-estrutura aeroportuária.
João Ramos sublinhou ainda que "o grupo parlamentar do PCP foi o que mais trabalhou em prol do distrito de Beja" na passada legislatura, tendo apresentado 58 perguntas (contra 18 do PS e duas do PSD) e quatro projectos de resolução (contra um do PSD e nenhum do PS) sobre matérias do distrito.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima