João Rocha contesta críticas dos vereadores PS

João Rocha contesta

O presidente da Câmara de Beja refuta as críticas feitas pelos vereadores eleitos pelo PS, que vieram a público condenar o “secretismo” das contas da autarquia.
Em declarações à Lusa, o comunista João Rocha diz que as acusações socialistas “não correspondem à verdade”, porque as contas do Município “são públicas e conhecidas”.
Segundo João Rocha, no passado mês de Abril, a Câmara e a Assembleia Municipal de Beja aprovaram a conta gerência do Município relativa a 2013.
Por outro lado, lembra, no final de Outubro de 2013, duas semanas após ter tomado posse, o novo executivo comunista da Câmara de Beja, cumprindo uma promessa feita pela CDU na campanha para as últimas eleições autárquicas, divulgou, no sítio de Internet do Município, o valor da dívida total da autarquia a 17 de Outubro, dia em que assumiu funções.
Na Câmara de Beja, actualmente, “há transparência”, diz João Rocha, referindo que “secretismo havia antes das últimas autárquicas”, quando os vereadores da então oposição CDU “andaram vários meses a pedir as contas ao anterior executivo PS, que nunca as divulgou antes das eleições”.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima