Iniciados do FC Castrense "fazem história" e vão jogar no Nacional em 2011/12

Iniciados do FC Castrense "fazem história" e vão jogar no Nacional em 2011/12

Pode uma equipa ser segunda classificada no final do campeonato e mesmo assim fazer a festa da subida e entrar para a história do clube que representa? Pode e foi isso que sucedeu com os iniciados do FC Castrense, que ficaram a apenas um ponto do campeão distrital Despertar mas vão, em 2011-2012, jogar no campeonato nacional da categoria, o que acontece pela primeira vez na história do emblema de Castro Verde com uma equipa dos escalões mais jovens.
“No FC Castrense nunca ninguém da formação tinha ido aos nacionais e é um feito histórico para eles. E além de estarmos orgulhosos, os miúdos estão radiantes e super-satisfeitos”, sublinha ao “CA” o treinador Francisco Neves, de 44 anos, que desde há seis anos trabalha, juntamente com o seu adjunto João Luzia, com um grupo formado exclusivamente por jovens do concelho de Castro Verde.
A alegria da subida (garantida pelo facto do Despertar já ter uma equipa neste escalão) acaba mesmo por atenuar a tristeza dos jogadores castrenses por terem deixado o título de iniciados “voar” para as mãos dos adversários bejenses, depois de terem sido líderes da prova durante grande parte da temporada.
“Ficámos a um ponto do título, mas o futebol é assim, tem destas coisas… Basicamente, foi como morrer na praia! Mas não deixou de ser um campeonato bom, excelente”, afirma o técnico.

Sempre em cima
A promoção ao Nacional de iniciados foi o corolário do trabalho positivo que os jogadores que compõem esta equipa do FC Castrense têm vindo a desenvolver na última meia dúzia de anos, sempre às ordens de Francisco Neves.
“Estou com esta equipa há seis anos e temos vindo a ficar sistematicamente nos lugares cimeiros. Ganhámos uma taça distrital em benjamins, depois fomos finalistas vencidos de infantis, em seguido ficámos em terceiros em infantis e este ano, o primeiro em iniciados, ficámos em segundo e garantimos a subida ao Nacional. E temos também outro feito, muito difícil, que foi ter ganho no ano passado o torneio de Odiáxere. Portanto, esta é uma equipa que está habituada a ficar sistematicamente nos lugares de cima”, argumenta o técnico de Castro Verde, que reconhece nos seus jogadores qualidade suficiente para, um dia, representarem o clube ao mais alto nível.
“Entre os habituais titulares há miúdos com muita qualidade. E se eles quiserem, o FC Castrense tem aqui matéria-prima para ficar bem servido no plano dos seniores” num futuro próximo, diz.

Nova realidade
Até lá, os iniciados do FC Castrense estão de olhos postos na participação no próxima campeonato nacional da categoria. Uma nova realidade que terá “pontapé de saída” no Verão, durante o mês de Agosto, mas que faz Francisco Neves e a direcção do clube já andarem a trabalhar com afinco na sua programação e no reforço do plantel.
“Os nossos recursos não são muito grandes, não temos muitos miúdos e alguns vão subir para os juvenis. Por isso estamos a tentar falar com as equipas que estão mais perto de nós, nomeadamente o Aljustrelense, o Ourique e o Almodôvar, para trazer alguns miúdos de lá. Já falei com alguns deles e todos ficaram felicíssimos e entusiasmadíssimos. Porque jogar no Nacional não é o mesmo que jogar o distrital”, revela o técnico.
Quanto aos objectivos a atingir em 2011-2012 no Nacional de iniciados, Francisco Neves é claro… e optimista: “Estou esperançado que vamos conseguir fazer alguma coisa”. “Somos uma equipa que tem tido algum sucesso, mas só a nível distrital. Agora vamos entrar noutra competição, mas, sinceramente, com os miúdos que estamos a tentar trazer tenho a sensação que podemos fazer qualquer coisa”, conclui.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima