Independentes de Almodôvar preocupados com área da saúde

Independentes de Almodôvar

O movimento “Independentes por Almodôvar” está preocupado com as carências sentidas no concelho na saúde e acusa a Câmara de nada fazer.
Em comunicado enviado ao “CA”, o movimento afirma ser “preocupante” a carência de médicos de medicina geral e familiar no Centro de Saúde local, admitindo ser “obrigação” da Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo (ULSBA) e Administração Regional de Saúde do Alentejo a resolução do problema.
Ainda assim, continuam os independentes, “as autarquias têm obrigações na defesa dos direitos dos munícipes e devem diligenciar, promover, pressionar e colaborar com as entidades na defesa dos legítimos interesses e direitos daqueles que os elegeram e representam no acesso aos cuidados de saúde”.
“Lamentavelmente, o actual presidente da Câmara, ao invés de responsavelmente tentar solucionar o problema que nos atinge, adoptou uma conduta irresponsável, leviana e de confronto com as entidades responsáveis que irá agravar a situação e em nada contribuirá para a melhoria dos cuidados de saúde a que os almodovarenses têm direito”, acusa o movimento “Independentes por Almodôvar”.
O comunicado do movimento vai mais longe e garante mesmo que o executivo liderado por António Bota “teve todas as condições” para renovar o contrato com o médico que está de saída “e não o fez”, além de ainda não ter encetado “qualquer iniciativa junto do outro médico que se encontra disponível para a celebração de um contrato de prestação de serviços”.
“Os almodovarenses precisam de quem os defenda e não de vendedores de falsas promessas que, quando em campanha eleitoral, prometem resolver todos os problemas mas quando acedem aos cargos, para disfarçar a sua inépcia, incompetência e incapacidade de cumprirem aquilo que prometeram, prestam declarações e promovem manifestações que não passam de um embuste para esconder aquilo que demonstram não querer cumprir”, conclui o comunicado.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima