InAlentejo apoia com 580 mil euros projectos em equipamentos desportivos

InAlentejo apoia com 580 mil euros

Quatro projectos em equipamentos desportivos no Alentejo, promovidos por associações sem fins lucrativos e num investimento global de 774 mil euros, vão receber 580 mil euros de apoios comunitários, no âmbito do programa InAlentejo.
Os contratos de financiamento relativos a estes quatro projectos de investimento já foram assinados pela Autoridade de Gestão do programa operacional regional InAlentejo, revela a Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional (CCDR) do Alentejo.
Os projectos, promovidos por associações sem fins lucrativos inscritas em federações desportivas, têm por objectivo a modernização e recuperação de equipamentos desportivos já existentes.
O investimento visa permitir a utilização dos equipamentos para treino, formação desportiva e competição, facilitando a prática desportiva das camadas infantis e jovens, a realização de competições de âmbito regional e nacional e o fomento da prática desportiva permanente.
Os apoios comunitários concedidos destinam-se à modernização da Piscina Coberta da Aminata Évora Clube de Natação e à cobertura do campo n.º 4 do Clube de Ténis de Montemor-o-Novo.
Também inserido neste financiamento comunitário está a modernização e recuperação dos campos de futebol de Cabrela, no concelho de Montemor-o-Novo, e do Grupo Desportivo de Santo António, em Évora.
Os projectos, que envolvem um investimento global de 774 mil euros, com 580 mil euros de comparticipação financeira do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER), devem estar concluídos até 30 de Junho do próximo ano.
O Regulamento Específico “Infraestruturas e Equipamentos Desportivos”, em que estão englobados estes quatro contratos, faz parte do Eixo Prioritário 3 – Coesão Local e Urbana do InAlentejo.
“Este regulamento destina-se a apoiar equipamentos de dimensões adequadas, quer ao treino e formação desportivos, quer à competição regional e local, e que devem ser concebidos para funções desportivas polivalentes permitindo flexibilidade na sua utilização”, explica a CCDR.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima