Hélder Guerreiro: “A voz do Baixo Alentejo tem de ser a voz de todos”

Hélder Guerreiro:

Hélder Guerreiro garante que a sua candidatura à presidência da Federação do Baixo Alentejo do PS pretende ter “um partido de causas que não tenha receio de liderar o debate politico na região sobre os temas que interessam às pessoas”.

Por que razão devem os militantes baixo-alentejanos do PS elegê-lo, a 14 de Março, presidente da Federação do Baixo Alentejo do PS?
O Partido Socialista do Baixo Alentejo precisa de alguém que, antes de ser uma voz isolada, seja capaz de mobilizar todos e de os juntar a todos numa voz que é de todos na defesa da nossa região! Eu sou essa pessoa! Eu tenho a humildade de assumir que preciso de todas e de todos para definirmos as nossas prioridades e, passo a passo, conquistarmos o nosso futuro! Mas, ao mesmo tempo que assumo essa humildade, sei que o meu percurso de vida, o meu percurso profissional e, fundamentalmente, o meu percurso politico são a prova de que sou capaz de juntar pessoas e, com isso, construir a força de ideias que fazem acontecer aquilo que todos sonhamos! Em suma, o PS do Baixo Alentejo precisa de quem seja capaz de acrescentar pessoas e ideias para fazer cumprir o Baixo Alentejo. Precisa da voz de todas e todos e é por isso que os militantes do Partido Socialista do Baixo Alentejo devem votar em mim: a voz do Baixo Alentejo tem que ser a voz de todas e todos nós!

Qual a principal linha de orientação da sua candidatura e proposta política?
A principal linha de orientação politica desta candidatura é termos um partido de causas que não tenha receio de liderar o debate politico na região sobre os temas que interessam às pessoas. Um partido que seja capaz de mobilizar as pessoas para a participação pública, que seja capaz de valorizar, envolvendo, militantes e simpatizantes, mas que seja capaz de concertar posições e propostas com todas as forças vivas da região. Um partido de causas é um partido que tem as pessoas, todas as pessoas, no centro da sua acção e é essa a nossa linha de orientação!

Se for eleito presidente, qual será a grande prioridade do PS Baixo Alentejo nos próximos dois anos?
A grande prioridade do mandato é preparar o PS do Baixo Alentejo para o futuro e, também com isso, preparar o partido para vencer as eleições Autárquicas de 2021. Preparar o PS do Baixo Alentejo para o futuro significa apostar numa comunicação regular e transparente com todas as estruturas e, fundamentalmente, com todos os nossos militantes. Preparar o PS do Baixo Alentejo para o futuro significa uma estrutura organizacional que funciona, que está aberta à discussão, que lidera o debate politico na região e que, como isso, tem lugar para todas as pessoas. Renovar a acção política, acrescentar ideias e acrescentar pessoas é preparar o PS para o futuro!

O próximo mandato é marcado pelas Autárquicas 2021 – que metas define para essas eleições no que ao PS diz respeito?
O PS do baixo Alentejo tem que ser capaz de se reforçar ainda mais como a maior força politica autárquica da região. O objectivo é simples e claro: queremos vencer as eleições Autárquicas de 2021 e isso significa vencermos mais câmaras e mais freguesias do que aquelas que fomos capazes de conquistar em 2017!

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima