Governo propõe criação de grupo de trabalho para definir futuro do aeroporto de Beja

Governo propõe criação de grupo de trabalho para definir futuro do aeroporto de Beja

O Governo quer criar um grupo de trabalho para definir "soluções de consenso" para o desenvolvimento do aeroporto de Beja.
O "desafio" de criar o grupo de trabalho foi lançado esta segunda-feira, 19, em Beja, pelo secretário de Estado das Obras Públicas, Transportes e Comunicações, Sérgio Monteiro, durante uma reunião com autarcas, deputados e agentes económicos do Baixo Alentejo sobre o ponto de situação de projectos estruturantes para a região.
No caso do aeroporto de Beja, a criação do grupo de trabalho "não pretende apenas ganhar tempo, mas encontrar soluções de consenso dos diversos autarcas, agentes económicos e das forças políticas" do Baixo Alentejo "no sentido de encontrarmos um modelo de desenvolvimento comum" para o aeroporto de Beja, explicou o govenante aos jornalistas.
Sérgio Monteiro aproveitou a ocasião para reconhecer que há trabalhos suspensos nas obras da sub-concessão rodoviária Baixo Alentejo devido à "dificuldade" da concessionária em obter financiamento junto dos bancos e à qual o Estado é "completamente alheio".
"Há pequenos apontamentos em termos de suspensão" de trabalhos nas obras da sub-concessão Baixo Alentejo, que inclui a construção da A26 (Sines/Beja) e a requalificação do IP2 (São Manços/Castro Verde), vincou o secretário de Estado, garantindo que o que "verdadeiramente" existe "é uma dificuldade na negociação entre o concessionário [o consórcio Estradas da Planície] e os bancos", com vista à obtenção de dinheiro para financiar as obras, "na qual o Estado é completamente alheio".

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima