Festival do Crato espera milhares de espectadores

Festival do Crato espera

Os britânicos Skunk Anansie são os cabeças-de-cartaz do Festival do Crato, que arranca esta quarta-feira, 28, e tem este ano como lema “Mais Crato, Mais Festival, Mais Portugal”, diz à Agência Lusa fonte do município.
“Desde que se assumiu o conceito de festival, em 2010, que se tenta apresentar uma programação coerente, mas heterogénea. Este ano mantém-se essa linha de programação”, afirma Luís Pargana, da Câmara do Crato, promotora do evento.
O festival, que coincide com a 29.ª edição da Feira de Artesanato e Gastronomia daquele concelho, decorre até sábado, 31, contando ainda com outros nomes de destaque, como Richie Campbell, GNR, Áurea e Diabo na Cruz.
O fadista Carlos do Carmo, a Orquestra Sinfonietta de Lisboa, Os Azeitonas e Melech Mechaya são outros dos nomes que vão marcar presença no certame, bem como alguns projectos musicais da região, como a Filarmónica do Crato, Pedro Madeira ou Plano B.
O concerto com os Skunk Anansie está agendado para o último dia do festival, o qual, à semelhança das anteriores edições, vai apostar diariamente nos after hours, com a participação de vários DJ’s.
Quanto aos GNR, vão subir ao palco na sexta-feira, 30, e o espectáculo é aguardado com expectativa pela organização, uma vez que a banda do Porto vai ter como seus convidados Camané, Maria Antónia Mendes (dos A Naifa) e Márcia.
Durante o certame, os visitantes vão ainda poder saborear vários petiscos nos restaurantes e tasquinhas espalhados pela feira e apreciar/ adquirir peças de artesanato da região.
Os preços das entradas não vão sofrer alteração em relação à anterior edição: seis euros para o primeiro dia, oito euros no segundo dia e, nas últimas duas jornadas, 10 euros cada.
Quanto ao público que optar por permanecer no parque de campismo, que normalmente adquire o passe para os quatro dias do festival, o preço é de 20 euros.
Em 2012, o certame recebeu mais de 46 mil visitantes, afluência que Luís Pargana espera “manter ou até ultrapassar” com a edição deste ano do Festival do Crato.
“Todos os anos o festival tem apresentado um lema. Este ano, com ‘Mais Crato, Mais Festival, Mais Portugal’, queremos sublinhar uma fase de maior maturidade e assumirmos este certame como factor de desenvolvimento turístico do Alentejo”, sublinha.
Para facilitar o transporte dos vários visitantes do festival, o município criou três circuitos de transporte de passageiros com partida e regresso de Gáfete, Portalegre e Ponte de Sôr.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima