Ferreira quer ter GNR em Figueira de Cavaleiros

Ferreira quer ter GNR

O Governo está disponível para, com a Câmara de Ferreira do Alentejo e GNR, encontrar uma solução para o quartel que esta força de segurança tem em Figueira de Cavaleiros.
O equipamento está sem ocupação desde que em meados de Dezembro de 2014 a GNR regressou à sede do concelho, após as obras de requalificação do posto da vila, e a sua futura utilização foi discutida recentemente com a secretária de Estado adjunta e da Administração Interna.
“Foi-nos dito que há uma atenção especial para a valorização de infra-estruturas existentes. E a secretária de Estado demonstrou completa receptividade para que se possa, em conjunto com a Câmara e com as forças de segurança, encontrar uma solução de viabilização”, conta ao “CA” o autarca Aníbal Reis Costa, que esteve na audiência com Isabel Oneto juntamente com a presidente da Junta de Freguesia de Figueira de Cavaleiros, Juvenália Salgado.
De acordo com o presidente da Câmara de Ferreira do Alentejo, a governante reconheceu igualmente a necessidade de se dar “uma utilidade e uma função específica” á infra-estrutura, “não só pelas condições que algumas forças de segurança têm no distrito” como pelo facto de a freguesia ter uma “centralidade geográfica” face ao todo regional.
“Ficámos expectantes quanto a arranjar-se uma solução, que terá de passar sempre pelo Ministério da Administração Interna e pelas forças de segurança, nomeadamente o Comando Territorial de Beja da GNR”, acrescenta Aníbal Reis Costa.
A audiência dos presidentes da Câmara de Ferreira do Alentejo e da Junta de Freguesia de Figueira de Cavaleiros com a secretária de Estado Isabel Oneto realizou-se depois de em Dezembro do último ano os membros do Conselho Municipal de Segurança dos Cidadãos de Ferreira do Alentejo terem manifestado, junto do Ministério da Administração Interna, a sua preocupação quanto ao eventual encerramento do posto da GNR de Figueira dos Cavaleiros.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima